Ser ou não ser?

Ser ou não ser

O filme “As Filhas de Marvin” com Meryl Streep e Diane Keaton coloca um problema interessante para o espectador: o que é, na verdade, desperdiçar a vida? O personagem de Diane Keaton arquiva os seus sonhos e projetos de vida para cuidar do pai, inválido numa cama e, paulatinamente, gasta a sua beleza a medida que “sacrifica-se” pelo genitor. Como é filme e não vida real, o espectador termina sendo ofuscado pelo brilho interior da personagem.

Continuar a ler “Ser ou não ser?”

Poema – Odes

por Ricardo Reis

Ouvi contar que outrora, quando a Pérsia
Tinha não sei qual guerra,
Quando a invasão ardia na Cidade
E as mulheres gritavam,
Dois jogadores de xadrez jogavam
O seu jogo contínuo.

À sombra de ampla árvore fitavam
O tabuleiro antigo,
E, ao lado de cada um, esperando os seus
Momentos mais folgados,
Quando havia movido a pedra, e agora
Esperava o adversário.
Um púcaro com vinho refrescava
Sobriamente a sua sede.

Continuar a ler “Poema – Odes”

Anand mantém a coroa!

Depois de um disputado match, onde o placar marcava 5.5 à 5.5  e cada jogador tinha duas vitórias com as brancas, a decisão ficou mesmo para a última partida, que teve uma emocionante vitória de Anand jogando com as pretas.

Anand escolheu o tranquilo gambito de dama recusado (variante lasker), sistema de jogo passivo mas muito sólido. O jogo estava indo para um empate e a decisão ia ficar para o tie-break, mas Topalov arriscando mais do que devia, capturou os envenenados peões oferecidos por Anand nos lances 31 e 32, permitindo um forte ataque que teve como recompensa um final de Dama contra torre e cavalo, facilmente convertido. Continuar a ler “Anand mantém a coroa!”

O peso da decisão

Dentre as supostas virtudes que o jogo de xadrez propicia ao enxadrista, destaca-se o estímulo à decisão. A cada lance, o jogador é obrigado a fazer as escolhas e  arcar com o ônus dessas. Supõe-se que nenhuma obrigação é mais penosa ao espírito do ser humano do que o ato de decidir, pois envolve, não raras vezes, conseqüências muitas das quais desastrosas. A história está repleta de exemplos, não só do que pode causar a decisão errada, como também o efeito do seu oposto: a indecisão.

Continuar a ler “O peso da decisão”

Anand à frente no campeonato mundial

Depois de completado metade do match, o atual campeão mundial, Viswanathan Anand, lidera o placar 3.5 a 2.5 sobre o desafiante, Veselin Topalov. Na primeira partida Anand jogou a defesa Grunfeld, mas perdeu de forma inapelável ante a preparação caseira de Topalov, com direito a sacrifício de cavalo 24.Cxf6. Na partida seguinte Anand descontou, jogando a tranquila Catalan, preferindo assim um jogo mais posicional e tentando tirar Topalov de sua zona de conforto, que é o jogo tático. Sua escolha surtiu efeito e ele venceu. Terceira partida, Anand escolheu a defesa eslava, mesma variante escolhida por Kramnik no infamous match pelo campeonato mundial de 2006, conseguindo empatar com certa tranquilidade. Continuar a ler “Anand à frente no campeonato mundial”